• I just don't know what to do with myself

    I just don't know what to do with myself.
    Don't know just what to do with myself.
    I'm so used to doin' everything with you,
    Plannin' ev'ry thing for two, and now that we're through.


    I just don't know what to do with my time.
    I'm so lonesome for you it's a crime
    Goin' to a movie only makes me sad.
    Parties make me feel as bad when I'm not with you


    I just don't know what to do
    Like a summer rose needs the sun and rain,
    I need your sweet love to ease all the pain.


    I just don't know what to do with myself.
    Don't know just what to do with myself.
    Baby, if your new love ever turns you down
    Come back; I will be around just waitin' for you.


    I dont't know what else to do.

     

    "Eu não sei o que fazer comigo"!

    A música é de um filme canadense chamado "Borderline" (sim, agora aprecio tb o cinema made Canadá - embora nenhum supere o europeu). Continuando...o filme (que é muito bom) conta a história de uma guria que procurou ajuda por ser carente de afeto e de sexo. A propósito,  o clip acima lembra o filme, mas não tem nenhuma imagem dele. A guria no filme buscava sexo em todos os homens e nutria uma paixão por um professor (orientador) que dela só queria uma transa.

    Um dia, nessa busca, ela encontra um cara disposto a amá-la e dá um fora no teacher. O filme termina (sem ser - ou sendo - estraga prazer contando) com a última transa deles e como fetiche, ela o pinta de palhaço. rs

    (isso me lembrou uma frase: homem é igual vinho. Nasce uva, precisa ser pisado e só com o tempo fica bom para acompanhar o jantar - não sei se ta certa, mas é qse isso...rs)

    Bien...mas a escolha da musica não tem a ver com o filme, tampouco com a letra.

    Tem a ver com a frase essencial da letra: "I just don't know what to do with myself".

    As vezes, muitas vezes, nos últimos tempos principalmente, isso tá mais constante. Pq? Várias razões...em vários aspectos...em vários sentidos...não sei. Só sei que eu me tenho. Mas pra onde hei de levar-me?


  • Commentaires

    Aucun commentaire pour le moment

    Suivre le flux RSS des commentaires


    Ajouter un commentaire

    Nom / Pseudo :

    E-mail (facultatif) :

    Site Web (facultatif) :

    Commentaire :